Música

domingo, 26 de fevereiro de 2017

Parque da Assureira e Banco do Ramalho

PARQUE DA ASSUREIRA

O parque que hoje encontramos espelha na perfeição a gestão ou falta dela do imenso e valioso patrimônio do Parque Nacional Peneda-Gerês, é um parque esquecido e dotado ao abandono em pleno coração da Vila do Gerês, aqui além do espaço envolvente que já foi noutros tempos um belo jardim podemos encontrar um fontanário, a antiga Casa da Assureira e o histórico Banco do Ramalho.



BANCO DO RAMALHO

O Banco do Ramalho é uma peça escultória com a assinatura de Raul Lino para homenagear o escritor Ramalho Ortigão.
Ramalho Ortigão nunca se sentou neste banco, o escritor tinha por habito sentar-se numa pedra que existia neste local e onde muitas vezes e talvez inspirado pela paisagem sobre o Rio Caldo aproveitava para escrever, amante do Gerês e de longas caminhadas pela Serra o escritor haveria de falecer em 1915.
O Banco do Ramalho foi inaugurado em 1920 e na altura ostentava uma placa de bronze com a seguinte inscrição, "EM UMAS TOSCAS PEDRAS QUE OS FREQUENTADORES DO GEREZ CHAMAVAM OS BANCOS DO RAMALHO COSTUMAVA VIR AQUI SENTAR-SE LENDO E ESCREVENDO O NOTÁVEL ESCRITOR JOSÉ DUARTE RAMALHO ORTIGÃO QUE TANTO HONROU A SUA TERRA E TANTO QUIS A ESTA REGIÃO A SOCIEDADE DE PROPAGANDA DE PORTUGAL NO MESMO LUGAR MANDOU LEVANTAR-LHE ESTA SINGELA HOMENAGEM DELINEADA PELO ARQUITECTO RAUL LINO DE LISBOA NO ANO DE 1920"
Entretanto o Banco e todo o Parque da Assureira foram abandonados e vandalizados tendo mesmo desaparecido a placa de bronze em homenagem a Ramalho Ortigão.

                                                                 Casa da Assureira






                                                                  Fonte da Assureira



                                                             
                                          Banco do Ramalho (Local da placa de bronze)

                                       





                                                               







Sem comentários:

Enviar um comentário